20ª Mostra de Vinhos em Fernando Pó

Publicado em Abril 29, 2015 » Agenda, Sociedade

MostraA 20ª Mostra de Vinhos em Fernando Pó decorre entre 8 e 10 de maio, numa organização da Comissão da Mostra e da Associação Cultural e Recreativa de Fernando Pó, com o patrocínio da Câmara Municipal de Palmela. Pela primeira vez, a mostra e o concurso abrem as portas às adegas de todo o concelho de Palmela, ultrapassando as fronteiras das freguesias de Poceirão e de Marateca. A celebrar duas décadas de vida, o certame pretende inovar e oferecer aos seus visitantes uma visão mais ampla e completa sobre a produção vitivinícola do concelho, assente nas chamadas «areias de Palmela».

Assim, 29 tintos, em representação de 29 adegas do concelho, estão, já, a ser analisados pela Câmara de Provadores da Comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal, que selecionará os 10 Melhores Vinhos do Ano, a revelar no domingo. Estes tintos a concurso estarão disponíveis, ao longo do fim de semana, para prova pelo público, a par de 15 brancos.

No recinto, será possível, também, adquirir alguns dos melhores vinhos produzidos na região, contactar de perto com os produtores e acompanhar os néctares com uma apetecível oferta de queijos, enchidos, doçaria e outros produtos de qualidade, num total de perto de três dezenas de pavilhões. No espaço cultural e de gastronomia, oportunidade, ainda, para provar a gastronomia local nas tasquinhas e desfrutar do programa de animação, com vários espetáculos musicais. Destaque, também, para as visitas guiadas às adegas Fernão Pó e Casa Ermelinda Freitas, com prova de vinhos, e para a caminhada “Por Terras de Jardins de Vinhas”, que parte da Casa Ermelinda Freitas, com acolhimento e boas vindas, passa pela adega Filipe Jorge Palhoça, com prova de Moscatel de Setúbal e Fogaça de Palmela, e termina com uma prova comentada de vinhos na Fernão Pó Adega. Quem desejar, pode rematar com um almoço buffet nesta última adega, acompanhado de prova de vinhos comentada.

As entradas na Mostra têm o valor simbólico de dois euros na sexta-feira, e um euro ao sábado e ao domingo. Para participar nas provas, é necessário adquirir o copo oficial, que custa três euros e dá acesso à degustação de todos os vinhos disponíveis.

Durante a manhã de sábado, a partir das 10 horas, a organização promove um colóquio sobre a “Importância do Enoturismo para o desenvolvimento da região”, com a participação da Câmara Municipal de Palmela, da Associação da Rota de Vinhos da Península de Setúbal e da ADREPES – Associação para o Desenvolvimento Rural da Península de Setúbal, entre outros. Os desafios colocados à região, no sentido de otimizar o riquíssimo património vitivinícola de que dispõe e de o associar à sua oferta turística, criando programas específicos, estarão no cerne do debate, que pretende favorecer a criação de sinergias e dotar os produtores de vinho e os agentes turísticos de ferramentas, conceitos e informação útil, nomeadamente, no que respeita ao acesso a fundos comunitários para investimento nesta área. A Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa, definiu, já, no seu Plano Estratégico 2015-2019, o Enoturismo como um dos contributos mais fortes da centralidade Arrábida, em que nos inserimos, para o dinamismo e atratividade da região.

Duas décadas depois do seu nascimento, na sequência de um repto lançado pelo Município, a Mostra de Vinhos em Fernando Pó apresenta-nos uma região diferente, mais madura e sofisticada. É nas adegas das freguesias de Poceirão e Marateca, que inspiraram a criação do certame, que essa diferença é mais marcante. À tradição secular das casas de família, que têm o vinho no seu ADN, e à força natural do castelão, as empresas souberam adicionar inovação tecnológica, marketing, um novo cuidado na arte de receber e demonstraram, mesmo aos mais céticos, que as «Areias de Palmela» têm capacidade para acolher outras castas. Com um currículo que conta, já, com muitas centenas de medalhas, obtidas um pouco por todo o mundo, os vinhos destas duas freguesias rurais do concelho de Palmela trilharam o seu caminho e estão, hoje, ao nível do melhor que se faz no mundo, cativando os apreciadores com a excelente relação qualidade-preço.

CMP/Zoomonline

 

 

 

 

 

 

Partilhe este artigo
Tags

Deixe uma resposta