Arte de defender a baliza chega a Tróia este fim de semana

Publicado em Junho 7, 2017 » Agenda, Desporto, Destaques, Últimas

A Escola de Guarda-Redes Nuno Monteiro prepara-se para receber perto de uma centena de participantes num evento diferenciador, que debaterá as várias etapas de formação nos escalões jovens.

Depois de ter passado por vários clubes do distrito, Nuno Monteiro decidiu iniciar um projeto independente que tem como base o treino de jovens guarda-redes, mas também para os seus treinadores. Nasceu assim, há dois anos, a Escola de Guarda-Redes Nuno Monteiro, que se prepara para realizar um seminário internacional de dois dias em Troia, que contará com a presença de convidados de renome e participantes de vários países.

Em entrevista a O Setubalense, Nuno Monteiro contou que “pelo mundo fazem-se seminários, congressos e formações para treino de guarda-redes mas o foco vai sempre parar ao alto rendimento” e que isso levou-o a criar algo diferente, com a atenção virada para as etapas de formação.

Queremos debater o que é que temos de fazer em cada etapa, para que os miúdos, quando chegarem a seniores, tenham sucesso e se sintam preparados”, revelou o antigo guarda-redes, adiantando que este seminário vai debater diferentes metodologias para cada escalão em pequenos blocos de discussão.

Andrew Sparkes, coordenador do treino de guarda-redes do Swansea, é o grande nome confirmado para esta edição e um dos oradores convidados para o certame, que trará experiência e dinamismo ao evento. “Tinha de ser um coordenador porque é ele quem tem o conhecimento total de como se trabalham as etapas”, explicou Nuno Monteiro.

No total, estão inscritos 80 participantes entre treinadores e guarda-redes. Um número que agrada ao responsável e que excede as expetativas, uma vez que estarão presentes atletas de França, Brasil e de vários pontos de Portugal.

Ao nosso jornal, Nuno Monteiro revelou que os participantes poderão contar com um ambiente muito familiar, com algumas surpresas, e que o objetivo principal passa por “valorizar os atletas e as pessoas”.

O evento, a realizar no One Troia José Mourinho Training Center, é o culminar de uma fase de crescimento da Escola de Guarda-Redes, que ganhou muita visibilidade através dos eventos realizados nestes últimos tempos e já conta com a participação de mais de 90 atletas nos seus três pólos de atividade. “Quando se criou a escola havia um sonho e uma visão. Estamos a caminhar para lá, mas gradualmente, sem pressas e ansiedades”, contou o líder do projeto.

“Nota-se, pelo menos há 5 anos, que tem havido um grande boom em termos de treino em Portugal. (…) Quem quer ser guarda-redes, quer mesmo, também porque começamos a ter referências na televisão como Rui Patrício, Ederson, Iker Casillas”, disse Nuno Monteiro, também ele um antigo guarda-redes.

Nuno Monteiro revelou ainda que, para a próxima época, o projeto tem vários clubes interessados numa colaboração, com propostas que vão desde Almada até Santo André. A Escola de Guarda-Redes espera ainda abrir um novo pólo, na zona Santiago do Cacém, onde há uma escassez de formação com estas valências.

O Setubalense/ZoomOnline

Partilhe este artigo
Tags

Comments are closed.