Autoeuropa quer investir 670 ME e criar 500 postos de trabalho

Publicado a Março 31, 2014 » 1735 Views» Economia, Últimas

prensas-qualidadeA Volkswagen Autoeuropa assinou hoje uma candidatura de incentivos com a AICEP que inclui um investimento de 670 milhões de euros e 500 empregos entre 2014 e 2019, disse hoje Pedro Reis.

O responsável pela AICEP – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal falava aos jornalista na cerimónia de formalização da intenção de investimento da Volkswagen Autoeuropa, em que adiantou que este investimento visa “duplicar a capacidade de produção e exportação” da fabricante automóvel de Palmela.

Esta é uma candidatura de incentivos que aguarda uma assinatura formal para o contrato de investimento do grupo em Portugal.

Presente na cerimónia, o ministro da Economia, Pires de Lima, disse esperar “que este seja um sinal muito importante na recuperação do investimento industrial de longo prazo, determinante para a recuperação económica” de Portugal.

Pedro Reis, por seu lado, sublinhou que a AICEP está “disponível para estudar a possibilidade de atribuir ao eventual projeto de investimento o nível máximo de auxílio definido pela União Europeia e pelo Estado português em sede de fundos nacionais”, tendo adiantado que a equipa da AICEP trabalhou “ao longo de 18 meses” com a Volkswagen Autoeuropa neste projeto.

Este investimento visa modernizar a fábrica com nova tecnologia, ou seja, introduzir plataformas que permitam à unidade de Palmela produzir eventuais novos modelos do grupo alemão.

Também o diretor-geral da Autoeuropa, António Melo Pires, destacou o “longo trabalho nos últimos 18 meses”, que classificou como “decisivo para chegar a este processo”.

Este investimento tem uma “importância estratégica num momento em que se modificam as premissas em termos tecnológicos, nenhuma fábrica do grupo pode ficar para trás”, apontando que a produção dos automóveis assentará na nova tecnologia.

Lusa/Zoom online

Foto: AutoEuropa

Share this post
Tags

Deixe uma resposta