Bouquets e terços de luxo para noivas na baixa

Publicado em Abril 21, 2017 » Agenda, Cultura, Destaques

Esta noite nos claustros dos Paços do Concelho e praça de Bocage modelos vão mostrar os bouquets e terços de luxo criados pela designer Zaida Piteira. Uma nova marca de acessórios, com sede em Setúbal, que quer conquistar o mundo.

Integrado no “Setúbal Fashion Weekend” organizado pela Câmara e pela DerivaStatus Associação, a marca sadina “Zaida Piteira – luxury decor” vai apresentar obras artesanais e inovadores, peças eternas, sofisticadas e de muita elegância que podem ser desenhadas pelas próprias noivas.

Zaida Piteira, designer e empresária, disse a O Setubalense que “o desfile não será com vestidos de noiva, mas de uma forma simples, em que cada um levará um bouquet e terços”. A designer confessa que “tudo começou com os terços, e depois pelo facto de considerar que os bouquets eram muito caros e duravam dois dias no máximo”. “As noivas investem muito num bouquet que ao fim de dois dias já não existe, está estragado”, acrescenta. Assim, “porque não criar um bouquet que pode passar de geração para geração, em que a noiva pode utilizá-lo nas bodas de prata e de ouro, e passá-lo à filha, é como se fosse uma jóia, uma peça de família”, afirma.

“Por outro lado, achei que os terços que existem, e sendo religiosa, não tinham muita graça e fazia sentido ter Nossa Senhora de Fátima como modelo, começar com a tradição de ao casar, a noiva levar um terço”. “É um projecto novo, são produtos diferentes mas acho que faz algum sentido e tem tido alguma aceitação”, adianta. Os boquets são em prata ou oiro ou banhados com os mesmos, com cristais e pérolas Swarovski, metais semi-preciosos. “São produtos de qualidade”, assegura.

A designer alentejana que reside há 23 anos em Setúbal, começou a desenhar estes objectos para os amigos. “As pessoas ficavam surpreendidas porque era um produto diferente” e daí “apostar num segmento das noivas”, recorda. Futuramente vai também apostar na venda online com a criação de um site. “O mercado que quero atingir não será só o português, pretendo um mercado maior porque tenho a noção de que os preços são elevados”, remata.

A empresária vai integrar o Setúbal Fashion Weekend que pretende mostrar as novas tendências da moda Primavera/ Verão de colecções de roupa e acessórios de lojas da baixa e de outros estabelecimentos comerciais. Hoje e amanhã, o evento vai juntar cerca de 30 modelos, entre jovens e crianças, para divulgar as colecções de roupa, acessórios de moda e outros produtos e promover o trabalho de novos designers.

O Setubalense/Zoomonline

Partilhe este artigo
Tags

Deixar uma resposta