Campo do Clube de Rugby deu primeiro passo

Publicado a Fevereiro 24, 2018 » 1857 Views» Desporto, Últimas

A primeira pedra do futuro campo do Clube de Rugby de Setúbal foi hoje colocada pela presidente Maria das Dores Meira. A ‘casa’ da equipa sadina nascerá num terreno cedido pela autarquia junto à Avenida Europa (também conhecida por Variante da Várzea), em frente ao novo Continente.

“Este foi um processo muito complicado, com muita complexidade e com diversas entidades a terem de se pronunciar, mas finalmente chegámos a um bom porto. Esperamos que, em julho, possamos regressar aqui numa outra condição”, disse João Terlim, responsável pelo clube.

As instalações serão parte integrante do futuro Parque Urbano da Várzea e serão pagas na totalidade pelo clube, com apoio de mecenas. Do lado da autarquia, o único apoio é a cedência do terreno avaliado em cerca de 200 mil euros. O novo equipamento deverá servir exclusivamente o clube e a academia, embora tenha as medidas oficiais que permitem acolher jogos oficiais da Seleção, por exemplo.

“Aqui nascerá um campo servido de bons acessos e que contribuirá para o objetivo de transformar estes terrenos em bacias de retenção das águas fluviais. Este é um projeto no qual estamos a trabalhar com grande intensidade para que os terrenos da Várzea possam servir toda a população”, afirmou a presidente da autarquia, Maria das Dores Meira.

A construção do novo campo será feita por fases, com a primeira avaliada em 90 mil euros, que conta com a colocação da relva natural e unidades pré-fabricadas para servir de balneários. Segue-se a criação das bacias de retenção de águas que anularão as cheias na zona baixa da cidade, e a fase final, com a construção de uma bancada com cerca de 450 lugares e os balneários finais.

Leia a reportagem completa na edição de segunda-feira de O Setubalense.

 

[O Setubalense/Zoom Online]

Share this post
Tags

Comments are closed.