Comunicado da Direcção Organização Regional Litoral Alentejano do PCP SOBRE A SITUAÇÃO NO HOSPITAL DO LITORAL ALENTEJANO

Published On Fevereiro 27, 2015 » 662 Views» Política, Últimas

hlaSobre a anunciada demissão dos chefes de equipa da urgência do Hospital do Litoral Alentejano (HLA), a Direcção da Organização Regional do Litoral Alentejano do PCP considera que a situação que se vive hoje no HLA é o resultado:

– Dos cortes continuados e cegos no Serviço Nacional de Saúde (SNS)

– Do encerramento de centros e extensões de saúde

– Da falta de pessoal (médicos, enfermeiros e pessoal auxiliar)

– Da falta de condições de trabalho para os profissionais

– Da falta de material

Que têm como consequência a ruptura dos serviços de urgência, a degradação dos serviços de saúde e a qualidade dos serviços prestados pondo em risco a segurança dos utentes.

Há muito que o PCP, e por diversas formas, tem denunciado esta situação e exigido do governo medidas concretas para resolver estes problemas.

Em 16 de Janeiro de 2015, mais uma vez, o PCP questionou o governo sobre que medidas tencionava tomar para ultrapassar esta situação que se tem vindo a agravar.

Até hoje o governo não deu resposta, o que revela total desprezo por parte do governo PSD-CDS para com os profissionais e utentes do HLA que serve uma população de cerca de 200 mil pessoas.

O PCP continuará a intervir para que sejam tomadas medidas urgentes que correspondam à melhoria dos serviços, à melhoria das condições de trabalho dos profissionais e à melhoria dos cuidados de serviços de saúde prestados aos utentes.

O PCP apela às comissões de utentes, às autarquias e às populações para que desenvolvam acções em defesa do SNS e dos seus direitos consagrados na Constituição da República.

 

Vila Nova Santo André, 27 de Fevereiro de 2015

O Secretariado da DORLA do PCP

Share this post
Tags

Deixe uma resposta