Conferência sobre Almeida Carvalho no encerramento das comemorações do bicentenário do seu nascimento

Publicado a Março 7, 2018 » 580 Views» Cultura, Destaques, Sociedade, Últimas

Na próxima sexta-feira, 9 de março, pelas 21h30, no auditório do Museu de Arqueologia a Etnografia do Distrito de Setúbal, decorre a sessão de encerramento
Chegam agora ao fim as comemorações do segundo centenário do nascimento de João Carlos de Almeida Carvalho (5 de março de 1817-29 de março de 1897) que vêm decorrendo desde 2017.
Almeida Carvalho sobre cuja vida, actividade e obra está patente uma exposição no MAEDS-Museu de Arqueologia e Etnografia do Distrito de Setúbal foi, para além de meritório investigador da História local e regional, inspirador da criação de importantes instituições locais e fundador de “O Setubalense”, em 1855.
O longo ciclo oficial de evocação deste ilustre setubalense terminará sexta-feira, dia 9 do corrente, pelas 21h30, no auditório do Museu de Arqueologia a Etnografia do Distrito de Setúbal.
Neste dia, após a breve sessão de encerramento oficial das Comemorações seguir-se-á uma última conferência, desta vez sobre “Aspectos das explorações em Tróia da Sociedade Arqueológica Lusitana com base em documentação inédita e o seu epílogo: a actuação de Almeida Carvalho”. É orador o Arqueólogo e Prof. Catedrático João Luís Cardoso que tem vindo a dedicar-se à investigação sobre a história da Arqueologia em Portugal.
Acerca da referida conferência, adiantam os organizadores que “A Setúbal do século XIX atinge um dos momentos mais relevantes da sua história. Adquire definitivamente um modo de vida urbano, com a inerente complexidade demográfica, económica, social, política e cultural. A consciencialização colectiva de que há uma memória a preservar sedimentada pelo tempo longo é um dos traços mais característicos do meio urbano. A sua elite intelectual cria, como em outras cidades europeias coevas, uma academia para o estudo desse Passado. A Sociedade Arqueológica Lusitana, no ano de 1849. Os seus principais objectivos eram a escavação das Ruínas Romanas de Tróia e a criação de um Museu em Setúbal”. É sobre essa aventura iniciada por notável grupo de eruditos a que pertenceu João Carlos de Almeida Carvalho que irá falar o ilustre conferencista.

ZoomOnline/ O Setubalense

Share this post
Tags

Comments are closed.