Dia Mundial do Turismo: Politécnico de Setúbal reúne mais de 50 profissionais e entidades do setor turístico

Publicado em Setembro 30, 2016 » Destaques

workshop-get-together-in2set-ipsO Instituto Politécnico de Setúbal promoveu, no dia 27 de setembro, Dia Mundial do Turismo, a iniciativa “Get Together – Workshop de Turismo na Península de Setúbal”, que reuniu mais de 50 participantes, entre profissionais e representantes de entidades ligadas a várias áreas do setor turístico.

Este evento decorreu no âmbito do Projeto IN2SET- Interface Colaborativo para o Desenvolvimento e Inovação da Península de Setúbal, que é coordenado pelo IPS e que através de uma rede de parceiros regionais, organizados em oito área temáticas, visa contribuir de forma efetiva e consistente para o desenvolvimento sustentável da Península de Setúbal, nas vertentes económica e social.

O trabalho desenvolvido pelo Grupo do Turismo já possibilitou identificar algumas “dificuldades, facilidades e constrangimentos na área do turismo assim como o que poderá fazer falta para dar um novo fôlego à atividade turística e contribuir para o seu desenvolvimento na Península de Setúbal”, referiu a Dr.ª Maria Clara Pereira, coordenadora do referido Grupo e Diretora do Núcleo Promoção Turística da Entidade Regional de Turismo de Lisboa.

Para o Prof. Doutor Filipe Cardoso, Pró-presidente para a I&D, Inovação e Empreendedorismo e coordenador do IN2SET no IPS, este evento foi um grande passo para o projeto ao permitir “reunir um conjunto de entidades, entre associações, organizações e pessoas individuais em torno de objetivos comuns, relacionados com o desenvolvimento da Península de Setúbal”, o que é também uma mais-valia para o IPS que desta forma contacta com “plataformas supraconcelhias, instituições, organizações e empresas do tecido económico, social e empresas e indústrias, aumentando a nossa vantagem competitiva”.

Na opinião do Prof. José Fernando Gonçalves, Assessor para o Turismo da Câmara Municipal de Setúbal, estas iniciativas “são extremamente importantes para colocar as pessoas a falar umas com as outras […], juntar os vários parceiros e para que se chegue a alguma conclusão prática”, salientando ainda que “a troca de experiências vai dizer-nos o que poderá aparecer de novo”, contribuindo assim para a evolução do Setor Turístico e para responder ao aumento da procura que se tem verificado na região.

No workshop os participantes organizados em grupos foram convidados a refletir sobre a cooperação em torno de temas como a atratividade do território da Península atendendo à sua integração na Região Lisboa; as estratégias, produtos e serviços integrados que podem ser criados; os fatores críticos para o sucesso da cooperação e as áreas de intervenção em cooperação.

No final, de entre as conclusões e medidas apresentadas destacam-se a necessidade de melhorar a rede de transportes local e na ligação a Lisboa; de promover produtos e experiências diferenciadoras e que envolvam os recursos naturais e marítimos da região; de incrementar uma marca para a região; de criar uma plataforma digital que reúna os diferentes operadores e atores da área do turismo; de aumentar a cooperação entre parceiros públicos e privados e de motivar a competição saudável com a regulamentação de diferentes atividades na região.

IPS/Zoomonline

 

Partilhe este artigo
Tags

Deixar uma resposta