Encontro de investidores teve lugar hoje no Seixal

Publicado a Abril 13, 2018 » 1357 Views» Destaques, Sociedade, Últimas

Cerca de 50 potenciais investidores estiveram presentes hoje, no auditório dos Serviços Centrais da Câmara Municipal do Seixal, para conhecer melhor o concelho e as suas potencialidades em termos de investimentos. A iniciativa surgiu inserida no Fórum do Investimento e do Imobiliário em Portugal, organizada pela Câmara de Comércio Luso-Francesa e contou com a presença de cidadãos franceses, chineses e portugueses, que puderam assim conhecer melhor o concelho e as suas potencialidades.
Durante o evento foram apresentados vários projetos no âmbito do desenvolvimento económico do município, designadamente na área da restauração, hotelaria e náutica de recreio. São exemplo o restaurante do Moinho Novo dos Paulistas; o restaurante do Antigo Terminal Fluvial do Seixal; o restaurante no Parque Ribeirinho de Amora; o Hotel Largo dos Restauradores; o Hotel Mundet; o Hotel Quinta da Trindade; o alojamento no Palacete da Quinta da Fidalga e o Seixal Vila-Hotel.
Joaquim Santos, presidente da Câmara Municipal do Seixal, referiu que “já sabíamos que o Seixal estava com uma nova dinâmica em termos sociais e habitacionais. Exemplo é o número de cidadãos estrangeiros que têm vindo a escolher o concelho para residir e que tem vindo a aumentar de ano para ano”. O autarca acrescentou ainda que, “o município tem hoje uma atratividade não só interna, para os portugueses, mas também para os estrangeiros, que veem no concelho do Seixal um território com grande qualidade de vida às portas de Lisboa. Os Investimentos que temos realizado na requalificação do núcleo urbano antigo do Seixal estão a dar bons resultados, pois todos os dias surgem novos negócios e há cada vez mais interessados em instalar novas atividades comerciais na zona. Esta é uma questão muito importante para o município e para a população, pois aumenta a oferta de emprego e capta mais visitantes”.

ZoomOnline

Share this post
Tags

Comments are closed.