“Estamos focados em ir ao Estoril para ganhar”

Publicado em Abril 21, 2017 » Desporto, Destaques, Últimas

Em conferência de imprensa, Edinho conta com o apoio dos adeptos vitorianos na curta deslocação até Cascais, frente a um oponente orientado por um treinador que bem conhece e com o qual já foi muito feliz.

O Vitória pode garantir matematicamente a permanência já amanhã, caso vença ou empate. Isso é algo que está na vossa cabeça ou já é um assunto arrumado? O objetivo que definimos foi chegar rapidamente aos 40 pontos. É nisso que temos estado mais focados.

Recentemente, o Estoril venceu dois jogos fora frente a Tondela e Belenenses, e conseguiu empatar no Estádio da Luz para a Taça de Portugal, mas também sofreu uma inesperada derrota caseira diante do Nacional. De que adversário estão à espera? Estamos à espera de um Estoril forte, com jogadores de qualidade e um novo treinador [Pedro Emanuel], que privilegia o bom futebol. É uma equipa agressiva e estamos focados em chegar lá na máxima força, para ganhar. Sabemos que vai ser um jogo complicado, como os outros, e contamos com o apoio dos nossos adeptos, que certamente estarão presentes em grande número, pois a viagem é curta. Queremos dar-lhes a vitória.

O Pedro Emanuel treinou o Edinho na Académica, em 2011/12, numa temporada que culminou com a conquista da Taça de Portugal. Que tipo de treinador é ele? O Pedro gosta que a equipa pratique bom futebol. É um treinador ambicioso, com qualidade e que conhece bem o futebol português. Só tenho coisas boas a dizer dele.

O Vitória tem apenas dois triunfos fora de casa. O que tem faltado? Acima de tudo, uma pontinha de sorte. Aqui e ali, não temos entrado bem, mas temos a consciência de que o Bonfim é que é a nossa fortaleza, devido ao grandioso apoio que recebemos. Isso dá-nos tranquilidade e os resultados têm aparecido fruto disso.

Tem seis golos no campeonato. Está aquém daquilo que esperava? Sim. Sinceramente, a minha fasquia era, no mínimo, ultrapassar os nove golos que marquei pelo Vitória em 2007/08. Mas tenho estado contente com o que tenho feito. Nem sempre posso marcar, mas o mais importante tem sido a equipa vencer e pontuar. Esse é o meu foco, mas acredito que até ao final da época ainda vou marcar muitos mais golos.

Ao contrário dos últimos anos, o Vitória está a fazer uma época tranquila. Onde é que esteve o segredo? O segredo vem da estabilidade que o clube vive neste momento. Estamos tranquilos e as pessoas [direção e equipa técnica] têm cumprido, têm falado connosco e estado sempre presentes. E somos muito unidos no balneário.

Como é que vê o surgimento de jovens jogadores como João Carvalho e João Amaral? São jogadores que apareceram agora, mas com um talento inegável. Para nós Vitória, é gratificante ter jovens como estes, o que ainda nos dá mais alento para procurar mais pérolas. O nosso país tem, de facto, muitos talentos que andam perdidos. E o Vitória tem feito um bom trabalho em ir busca-los. Vão dar cartas no futuro, não tenho dúvidas. E para os jogadores, também é gratificante, porque mesmo os mais experientes têm algo a aprender todos os dias.

O Setubalense/Zoomonline

Partilhe este artigo
Tags

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscrever!

*