Federação sindical anunciou nova greve nas travessias do Tejo

Publicado em Abril 18, 2017 » Destaques, Últimas

A Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans) anunciou, no passado sábado, dois dias de greve parcial nas travessias do Tejo nas operações de 26 e 27 de abril.

A Fectrans, afeta à CGTP, referiu em comunicado que a greve será de “3 horas por turno na Transtejo e de 2 horas por turno na Soflusa”. Estas paragens irão afetar as ligações a partir de Cacilhas, Porto Brandão, Seixal e Montijo. As paralisações visam os trabalhadores das estações, manutenção, fiscalização, administrativos, controladores, de bilheteira, e restantes.

Esta federação sindical veio alegar a necessidade de contratação de mais trabalhadores, a precariedade laboral, a contratação coletiva e a renovação da frota. Questões que, aliás, já tinham sido colocadas na anterior greve de dois dias, realizada a 28 e 29 de março.

Para a Fectrans, o Governo “tem um comportamento de alheamento para a resolução dos problemas que afetam trabalhadores e utentes destas duas empresas”. Uma atitude que diz já vir do anterior governo PSD/CDS, “e de cuja política resulta a grave situação nestas empresas”.

Entretanto, foi avançada a possibilidade também de períodos de greve na travessia no Barreiro, em data ainda a decidir.

O Seixalense/Zoomonline

Partilhe este artigo
Tags

Deixe uma resposta