Festa lança vinho “Eu Piso”

Publicado em Setembro 4, 2017 » Cultura, Destaques, Sociedade, Últimas

Milhares de pessoas têm “invadido” Palmela para assistir à Festa das Vindimas. A presidente da Associação Anabela Rito aproveitou o evento para lançar o novo vinho “Eu Piso”, resultante da pisa da uva na lagariça do Fontanário.

A Festa das Vindimas continua a decorrer até amanhã em Palmela e apresenta algumas novidades, com as adegas a lançarem novos vinhos e a própria Associação também trouxe a apresentação do néctar “Eu Piso”. Os voluntários e, foram muitos, que quiseram pisar a uva, no ano passado, na lagariça da adega montada no Fontanário, viram o fruto do seu trabalho ser embalado em garrafas com a novidade deste ano “Eu Piso”.

Mas a festa está ao rubro e, sem surpresas no ano eleitoral, os políticos têm marcado presença diariamente na festa, mesmo com os pavilhões partidários a estarem no fundo do evento, já depois das instalações da Humanitária. Outra novidade, que se saúda, é o regresso das frutas de Palmela, que voltaram a ocupar a parte central exterior do Cine Teatro S. João.

Para Anabela Rito, que este ano termina o mandato de presidente da direcção da Associação, a “festa rainha do concelho de Palmela e a mais antiga do país resulta no superar do tempo e do sonho” sem esquecer “uma grande dose de esforço e muita criatividade, o amor pela nossa terra e pela nossa festa leva-nos a fazer sempre melhor”. Já o presidente da Câmara de Palmela Álvaro Amaro enalteceu o mérito de “quem lançou em 1963 a Festa das Vindimas”, e destacou “um dos fundadores Victor Borrego, que estará sempre presente”. O edil garantiu que “as vindimas estão a confirmar uma boa colheita, não só com mais uvas, mas com grande qualidade”. E destacou o mérito dos “produtores de vinhos que alcançaram um patamar de grande qualidade” sugerindo que o exemplo das “adegas seja aplicado em outros sectores”.

Os vinhos, reafirmou o autarca, “são motor do desenvolvimento local e atracção turística, nomeadamente a nível do enoturismo”. No ar deixou uma mensagem de confiança que “o nosso concelho nas cinco freguesias seja um território de coesão social e de economia porque Palmela é linda”.

Depois de dois importantes e emblemáticos momentos da pisa e benção do mosto e do desfile do cortejo, a festa continua hoje e amanhã, com as manhãs infantis, as largadas, as actividades equestres e iniciativas no espaço das adegas. Esta noite actua o grupo “Átoa” e amanhã realiza-se o Cortejo Nocturno com o tema “110 anos da Região Demarcada do Moscatel de Setúbal”, seguindo-se a actuação do espectáculo “Fado Lelé”.

A Festa das Vindimas terá como momento alto da noite de encerramento desta terça-feira o espectáculo pirotécnico com simulacro do incêndio do castelo de Palmela.

O Setubalense/ZoomOnline

Partilhe este artigo
Tags

Comments are closed.