Muralha em risco obriga Câmara a acionar situação de alerta

Publicado em Setembro 11, 2017 » Destaques, Segurança, Sociedade, Últimas

O risco iminente da muralha de sustentação situada nas traseiras de prédios na Rua Óscar Paxeco, em Setúbal, obrigou a autarquia a declarar situação de alerta, para garantir a segurança da população. Os moradores da área envolvente aplaudem a decisão.

A Declaração de Situação de Alerta accionada pela Câmara de Setúbal foi recebida com satisfação pelos moradores da zona da Palhavã, na União das Freguesias de Setúbal, que se sentiam inseguros face à existência de fissuras verticais e no chão onde assenta a muralha de sustentação situada nas traseiras de prédios na Rua Óscar Paxeco. Trata-se de uma estrutura localizada no domínio público, cuja avaliação técnica foi feita pelo Serviço Municipal de Protecção Civil e bombeiros de Setúbal.

Henrique Ortiz, uma antiga glória do Vitória, manifestou o seu regozijo pela decisão da autarquia e lembra que esta “já tinha sido alertada para a situação insegura da muralha”. O munícipe explicou que apesar de não morar no local, a sua sogra, que ali reside, “mostrava-se bastante preocupada porque da sua casa via-se uma fissura que se alargava a olhos vistos”.

Ortiz considera que “a actuação da Câmara Municipal é uma forma de prevenir um mal maior”, pois “a falta de consolidação do terreno podia causar a queda de qualquer pedra e pôr em risco a segurança das pessoas que aqui moram”.

Também Raúl Aníbal, residente na Rua da Palhavã, manifestou-se preocupado com a situação de insegurança em que estava a muralha. “Felizmente a câmara vai intervir”, comenta, mas aproveita para “lançar mais um alerta para o terreno, que existe por debaixo da barreira, que tem necessidade de ser limpo, antes que ocorra ali algum incêndio”. Este morador queixa-se também do “corte de oliveiras, que devia obrigar ao trabalho de limpeza no local, onde existem ratazanas”, apesar de garantir que “o terreno é privado e a câmara deve obrigar o proprietário a resolver a situação”.
 
Segundo os serviços camarários deram a conhecer, foi adotado um conjunto de medidas excepcionais de prevenção e vai avançar para a contratação e adjudicação de uma empresa especializada para a execução da obra, na muralha de sustentação situada nas traseiras de prédios na Rua Óscar Paxeco.

O Setubalense/ZoomOnline

Partilhe este artigo
Tags

Comments are closed.