O Sol da Caparica vai arrombar em agosto

Publicado em Maio 9, 2017 » Agenda, Cultura, Destaques, Últimas

O Sol da Caparica foi criado para dar novo ânimo à Costa da Caparica depois de ter passado por duas tempestades de mar que lhe arrasaram as praias urbanas. Hoje é um acontecimento incontornável por onde passam os melhores artistas da música portuguesa.

O Sol da Caparica está aí na sua quarta edição, entre 10 a 13 de agosto, num festival que mantém a sua identidade na promoção da língua portuguesa, multiculturalidade, de vários géneros de música, dança e artes plásticas.

Este ano vão passar pelos quatro palcos montados no Parque Urbano da Costada Caparica 45 artistas e DJ – provenientes de cinco países onde o português é a língua oficial – 500 músicos e bailarinos em 60 espetáculos. Vão ser quatro dias de “arromba”, garante António Miguel Guimarães, diretor artístico do festival.

Entre os nomes já confirmados estão António Zambujo, Xutos e Pontapés, Bonga, Carlos do Carmo, Rita Guerra, Carlão, Best Youth, Bispo, Criolo, Dealema, Djodje, HMB, Mafalda Veiga, Manel Cruz, Mariza, Matias Damásio, Regula e Sam Alone.

Com os vários géneros de música a prometerem chamar, mais uma vez, milhares de pessoas, alguns artistas “vão apresentar projetos inéditos em O Sol da Caparica”, avança António Miguel Guimarães. É o caso de António Zambujo e de Carlão com o ex- Da Weasel a lançar na apresentação do festival o teledisco “Viver para sempre”, gravado nas ruas de Almada.

Este ano O Sol da Caparica continua a dedicar um dia às famílias com um programa a pensar nas crianças, que vão poder assistir a mais de vinte espetáculos diferenciados, entre eles podem ver e ouvir Rita Guerra a interpretar canções da Disney. “Este é um festival dedicado ao público e, diria mesmo, de serviço público”, refere o seu diretor artístico que aponta os baixos preços das entradas e, este ano, com a novidade de um passe familiar.

O Seixalense/ZoomOnline

Partilhe este artigo
Tags

Deixar uma resposta