Passeio Augusto Cabrita com zona pedonal e ciclovia

Publicado em Junho 30, 2015 » Sociedade, Últimas

Passeio Augusto Cabrita_Abertura Prolongamento25+O prolongamento do Passeio Augusto Cabrita (2ª fase), no Barreiro, foi, na tarde de domingo, 28 de junho, Dia da Cidade, aberto, num ato simbólico que contou com a presença da Presidente da APL – Administração do Porto de Lisboa, Marina Ferreira, membros do Executivo da Câmara Municipal do Barreiro (CMB), entre outras pessoas que se juntaram à comitiva.

Este projeto propõe uma maior ligação da população à frente de Rio, reservando uma faixa de passeio pedonal, com pavimento idêntico ao, já, existente, com 2,00 metros de largura em lajetas aderentes e uma pista clicável com uma extensão de 370,00 metros com acabamento em betuminoso colorido. Nas três zonas de estadia foi colocado pavimento em deck na cor castanho e bancos “cubo” em betão, de forma idêntica aos existentes no atual passeio ribeirinho.

Para esta 2ª fase da obra de reabilitação, e de acordo com o Protocolo, competiu ao Município do Barreiro “promover a empreitada referente aos pavimentos no coroamento da muralha, agora inaugurada, denominada Prolongamento do Passeio Augusto Cabrita”. Esta empreitada teve um custo estimado de 149.202,83 euros.

Recorde-se que, foi aprovado, na Reunião Pública de Câmara de 17 de junho último, um Protocolo entre o Município do Barreiro e a APL, que define os termos da parceria entre as duas entidades para a Reabilitação da Proteção Marginal do Passeio.

A APL tem, nesta altura, em curso uma empreitada para a construção da contenção marginal a Norte do Concelho, na Rua do Clube Naval Barreirense, no valor de 759.544,05 euros.

A APL “irá desenvolver a empreitada referente à via rodoviária e passeio Sul ao longo de toda a extensão da muralha em construção, denominada por Reperfilamento da Rua do Clube Naval Barreirense (3ª fase), com base no projeto de execução fornecido pelo Município, que inclui iluminação pública, delimitações/dissuasores, e pavimentos”. Esta empreitada tem um custo estimado de 367.588,57 euros. O Município compromete-se a investir o montante de 200.000 euros em outras obras de requalificação da frente ribeirinha do Concelho.

CMB/Zoomonline

Partilhe este artigo
Tags

Deixar uma resposta