Polícia Marítima investiga furto de 800 quilos de chumbo de rede de pesca

Publicado a Março 28, 2018 » 3176 Views» Destaques, Sociedade, Últimas

A Polícia Marítima de Setúbal está a investigar o furto de cerca de 800 quilos de chumbos de uma das redes utilizadas pela embarcação Segredos do Mar para a pesca de cerco, num prejuízo estimado em dois mil euros. O furto deu-se no passado fim de semana, quando as redes estavam depositadas no molhe da Docapesca, junto à Doca dos Pescadores, numa zona de acesso restrito.
O método de retirar os chumbos destrói as redes, o que faz com que os profissionais da pesca saiam ainda mais lesados com as reparações. Este não foi o primeiro furto. Em janeiro, 300 quilos de chumbo tinham sido furtados pelo mesmo método e no mesmo local.
A Polícia Marítima vai agora tentar perceber em que moldes se deu o furto, sendo que tal ocorreu numa zona onde o acesso supostamente é interdito ao público. Em março de 2015, também foram furtados cerca de 400 quilos de chumbo de redes da embarcação “Mãe de Jesus”, sendo que nessa altura, o portão de acesso à Docapesca pela Avenida José Mourinho encontrava-se aberto e sem guarda, o que permitiu o acesso dos suspeitos ao local onde as redes estavam depositadas.
Essa situação foi na altura corrigida, mas agora, como Ricardo Santos, presidente da Cooperativa de Pescas de Setúbal e Sesimbra (Sesibal), suspeita, “a entrada pode ter sido feita pela zona sul da doca, perto do edifício do Mercado da Lota”. “Os pescadores levaram uma rede para a pesca e deixaram a outra no cais, como é habitual, e quando a foram buscar, verificaram que os chumbos tinham sido todos furtados”, lamenta. Ao que foi possível apurar, em Sesimbra, numa investigação a um furto semelhante na doca, a autoridade marítima conseguiu recuperar centenas de quilos de chumbos numa sucateira, devolvendo o material aos respectivos lesados.

Rogério Matos/ O Setubalense

Share this post
Tags

Comments are closed.