Quartel dos Bombeiros Mistos de Amora já tem candidatura aprovada

Publicado em Abril 18, 2017 » Destaques, Segurança, Sociedade, Últimas

Depois de reuniões com a tutela, pedidos de documentação e mais documentação por parte dos responsáveis do programa comunitário PO SEUR, avanços e recuos e outros impasses burocráticos, os Bombeiros da Amora viram aprovada a candidatura do seu quartel. A obra deverá estar concluída dentro de dois anos.

A 1 de abril, a Associação Humanitária de Bombeiros Mistos de Amora (AHBMA) comemorou o 13.º aniversário com a possibilidade de construção do novo quartel num mar de dúvidas. E Lúcia Soares, presidente da associação, mostrou o seu descontentamento.

Poucos dias depois, a candidatura para a construção do novo quartel foi aprovada ao abrigo do PO SEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, mas os bombeiros, em comunicado à população, limitam-se a dar conhecimento da aprovação da candidatura. Talvez os muitos impasses que o processo sofreu, seja reserva para rands manifestações de alegria.

O novo edifício da corporação de bombeiros de Amora ficará alocado numa área de 7000 m2, cedida pela Câmara Municipal do Seixal, com uma organização do espaço e dos serviços em duas áreas. Uma área central dedicada ao comando, gestão, administração, emergências e alojamento. E outra destinada ao aparcamento de viaturas, oficinas e arrumos.

Este quartel conta ainda com uma localização estratégica do ponto de vista das acessibilidades, que permitirá à associação cumprir a sua missão na prestação de socorro e apoio social à população.

No que Joaquim Santos, presidente da Câmara Municipal, identifica como “um investimento previsto na ordem de 1 milhão de euros, sendo que os fundos europeus poderão apoiar cerca de 600 mil euros e o restante será assegurado pela autarquia”. Considerando que é “inaceitável ter uma corporação de bombeiros sem quartel”.

Esta conquista representa o término de uma reivindicação realizada em diversas ações e momentos, junto da tutela, por parte da autarquia, da associação de bombeiros e da população, para a construção urgente deste equipamento.

O Seixalense/Zoomonline

Partilhe este artigo
Tags

Deixe uma resposta