Setúbal vai ter novos cinco hotéis até 2022

Publicado em Setembro 16, 2017 » Economia, Últimas

Turismo Setúbal vai ter mais cinco hotéis até 2022, um dos quais de seis estrelas na Bateria do Outão, confirmando assim o boom turístico na cidade, que decorre nos últimos três anos.

Para a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, esta procura de investidores na hotelaria é resultado das campanhas de produção turística e do investimento na reabilitação do centro histórico.

O concelho de Setúbal tem assistido nos últimos três anos a um boom turístico, com a vinda de muitos turistas estrangeiros e isso reflecte-se na melhoria da actividade económica, com a abertura de projectos de hotelaria. Exemplos disso, são o surgimento de novos hotéis como o “Casa Palmela”, de cinco estrelas, situado junto à Estrada Nacional 10, a caminho de Azeitão, o “RM Guest House” e o “Rio Art Guest House”, na avenida Luísa Todi e os hostels “Day Off ” e “Pedra e Sal”, no centro histórico. Abriram ainda alojamentos locais como “Quinta dos Arcos”, a “Arrábida Mountain Guest House” e o “Sado Blue City & River”.

Até 2022 estão previstos abrir mais cinco hotéis, um dos quais fi cará no topo da serra da Arrábida, na 7.ª Bataria do Outão (edifício do Regimento de Artilharia de Costa de Outão), com vista deslumbrante para o Sado e Tróia. Trata-se de uma unidade de defesa do exército português, construída para defender os portos de Lisboa e de Setúbal que cessou actividade em 1998 e desde então, está abandonada. Vai ter um grande restaurante com chef de cozinha altamente qualificado. Neste momento, espera-se a realização de uma hasta pública para a venda dessa bataria. Existem dois grupos portugueses e um polaco interessados em adquirir o imóvel. Será o segundo hotel de seis estrelas no país, a seguir ao “Conrad Algarve Hotel”, junto à Quinta do Lago, no Algarve.

Estão previstos ainda dois hotéis na avenida José Mourinho,

frente à praia da Saúde. Ficarão situados em antigas fábricas, oficinas de reparações de barcos e armazéns que estão abandonados, ambos com projectos já aprovados.

Na avenida Antero Quental, em frente ao centro comercial Alegro, será construído um hotel de quatro estrelas, um investimento de 20 milhões do grupo hoteleiro israelita Leonardo, dono dos Cinemas City, com capacidade entre 150 a 200 quartos.

Está previsto também um hotel de cinco estrelas, por cima do Forte de Albarquel, num terreno que está abandonado, onde existem vários canhões numa bateria de defesa de costa, tendo sido adquirido em hasta pública pelo grupo português Libertas. O projecto está em grande velocidade.

“Setúbal era uma cidade que não tinha turismo, e hoje são muitos os turistas que nos procuram, com 128 equipamentos licenciados na área do alojamento local, hotéis e hostels”, comenta a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, frisando que “os setubalenses e os azeitonenses sabem receber bem”. “O peixe que é o melhor do mundo, a gastronomia, o moscatel e outros vinhos de 40 produtores da região sabem fazer as honras da casa”.

Para a edil sadina, esta dinâmica turística também está relacionada com algumas intervenções, caso da demolição de vários barracões na zona ribeirinha. “Contribuiu para virar a cidade para o rio”. A autarca salienta que “há problemas para resolver que merecem discussão de forma positiva” como o trânsito e o estacionamento na cidade. “A cidade ainda vai crescer muito mas teremos de fazer parques de estacionamento e incrementar o plano de mobilidade, a nível dos transportes suaves e para as praias, ciclovias, para termos um crescimento sustentável”, concluiu.

 

O Setubalense / Zoomonline

Partilhe este artigo
Tags

Comments are closed.