Simulacro no Mercado da Cruz de Pau revela impedimentos à emergência

Publicado em Janeiro 31, 2017 » Segurança, Sociedade, Últimas

Um simulacro de acidente no Mercado da Cruz de Pau revelou algumas fragilidades neste espaço que a Proteção Civil municipal promete corrigir, de forma transitória, até que sejam feitas obras de remodelação e aplicado um plano de emergência.

Dois feridos ligeiros e um grave, devido à queda de uma estrutura, e um pequeno incêndio também no mercado, foram o palco para o simulacro que envolveu bombeiros, PSP, proteção civil e serviços municipais, no passado sábado.

“Um dos problemas detetados e que vamos corrigir foi a obstrução nos acessos e entradas do mercado devido ao estacionamento de viaturas”, afirma o responsável da Proteção Civil municipal. Refere Luís Cordeiro que os carros de emergência dos bombeiros tiveram dificuldade de chegar à zona do suposto acidente, e também na evacuação dos feridos. A resolver também “é o parqueamento de viaturas dentro do perímetro do mercado, de forma a permitir uma intervenção rápida em caso de acidente ”, avança.

Diz o vereador que estas situações “só serão, de facto, corrigidas com a renovação do mercado, mas vamos agir já no que for possível”.

As condições de segurança do mercado da Cruz de Pau são também apontadas pelo presidente da Junta de Freguesia de Amora, Manuel Araújo. “Neste momento existem muitos obstáculos de circulação, tanto no exterior como no interior”, diz o autarca, que só vê solução quando o espaço for reordenado.

Quanto a estas obras, o presidente da junta avança que terão início, “muito possivelmente, no último trimestre deste ano, e com maior expressão durante o próximo ano”. A intervenção “irá decorrer em duas fases para não interromper o funcionamento do mercado”.

O Seixalense/Zoomonline

Partilhe este artigo
Tags

Deixe uma resposta