Um arraial da comunidade para a comunidade

Publicado em Maio 24, 2017 » Agenda, Cultura, Destaques, Sociedade, Últimas

Com o mote “Cuidar do nosso bairro”, o Arraial Março Mulher deste ano insere-se nos programas Março Mulher e Maio, Mês do Diálogo Intercultural e pretende juntar pessoas e entidades de todas as freguesias, já este sábado, entre as 12h30 e as 19h30, no Largo da Fonte Nova e Praça Machado dos Santos.

“O arraial tem crescido de ano para ano e a preparação desta edição está a correr muito bem. Em vez de termos sido nós a contactar as pessoas, foram elas a vir ter connosco e a dizer que queriam participar. Pela primeira vez, temos quase 30 bancas reservadas e 20 espectáculos de palco para um dia em que cada um tem que participar um bocadinho”, refere Lucília Santos, sócia-trabalhadora da Cooperativa Seies. “O arraial surge como uma maneira de envolver as pessoas com os princípios da igualdade, cidadania e defesa dos direitos humanos e de chegar a quem nós não chegamos através do teatro ou das palestras, por exemplo”, adianta.

Festa aberta a todos Sendo uma festa comunitária onde todos podem participar, o principal objectivo prende-se com a valorização da cultura popular e dos bairros envolventes, de forma a animar o bairro, dar a conhecer a história do mesmo e as pessoas, de diversas idades e origens, que nele vivem e trabalham. “A ideia é que seja uma festa aberta e que vá além do Bairro do Troino e da Anunciada. Trabalhamos sempre com os comerciantes e moradores e queremos promover a vizinhança, a proximidade e a entreajuda entre as pessoas”, explica a técnica da Seies.

Esta 4ª edição do Arraial Março Mulher, promovida e organizada por voluntários, surge no âmbito do programa com o mesmo nome, que visa promover a igualdade entre homens e mulheres e desenvolver acções no território que alertem para o que ainda é desigual e para aquilo que ainda é preciso transformar, e também do programa Maio, Mês do Diálogo Intercultural, organizado pela Câmara Municipal de Setúbal. “No âmbito do Março Mulher, em que o tema é Educar para o Cuidar, em homenagem a Maria de Lourdes Pintassilgo, decidimos que o tema do arraial estaria também relacionado”, esclarece Lucília Santos.

Várias visões de “Cuidar o nosso bairro” em exposição Produtos locais e interculturais, artesanato, performances artísticas, jogos, diversos ateliers, origami, a inauguração de um cabeleireiro, sorteios, a visita à Associação CASA, yoga, balões e pinturas faciais para crianças, bem como a oferta da medição da tensão arterial na Farmácia Leão Soromenho, são alguns dos produtos e actividades que poderemos encontrar no Arraial Março Mulher, cujas decorações estão a cargo do grupo Mãos à Obra.

No dia 27, entre as 12h30 e as 19h30, haverá ainda lugar para espectáculos da Ilga Portugal, da Casa da Poesia de Setúbal, uma exposição da União de Freguesias de Setúbal e actuações da Associação CASA, do Grupo Desportivo da Fonte Nova, entre outros, e uma exposição de fotografia. “Convidámos todos os comerciantes a tirar uma fotografia, colocada num cartão onde deverão completar a frase: ‘Cuidar do nosso bairro é…’ Todas as fotografias serão organizadas e expostas no dia do arraial, como forma de os homenagear e também de os envolver na festa”, explicou ao nosso jornal.

Com a Cooperativa Seies, a União de Freguesias de Setúbal, a Câmara Municipal de Setúbal e o Grupo Desportivo da Fonte Nova como parceiros, o Arraial Março Mulher contará com bancas da Mercearia do Fernandinho, Pó de Arroz, Caldeirada da Maria, Imodiversus, Snack bar D. Caco, 7even Loja das Conchas, Associação Intercultural Busuioc, bancas de voluntários do Centro de Cidadania Activa, com artesanato, pintura e ervas aromáticas, bancas interculturais de África, Brasil e Países de Leste, e bancas de associações como a Liga Portuguesa Contra o Cancro, Anamcara, Cáritas de Setúbal, Associação Sobreviver e Associação CASA.

O Setubalense/ZoomOnline

Partilhe este artigo
Tags

Deixar uma resposta